Google+ Followers

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Existe matéria no mundo espiritual? Dr. Ricardo Di Bernardi

Os espíritos, ou nós mesmos quando livres do invólucro material, habitávamos planos espirituais, que na realidade são planos materiais de outra dimensão.

Quando se diz que o Universo é Infinito, todos nós tendemos a imaginar uma linha horizontal ou vertical que jamais termina... No entanto, a infinitude do Universo vai além disso. Vivemos em um mundo físico tridimensional (comprimento largura e altura) e sabemos, pelas instruções psicográficas e psicofônicas, da existência de outras dimensões infinitas.


Os chamados planos espirituais são os locais ou dimensões onde as entidades espirituais vivem. Como “espírito” realmente é o princípio inteligente, na realidade o termo mais adequado seria “planos materiais de outras dimensões”. Assim, as escolas e locais de recuperação e tratamento onde os espíritos são preparados para o retorno ao novo mergulho em nossa dimensão são constituídos de matéria oriunda do mesmo fluido cósmico universal do qual se derivam todas as outras dimensões de matéria do Universo.

Os espíritos se agrupam, associam-se, conforme o seu grau de evolução espiritual e afinidade. A lei de sintonia, sempre presente, determina que as vibrações semelhantes se atraiam, ou melhor, se sintonizem por similitude de frequência vibratória.

Assim como um receptor de televisão ou rádio passa a captar a frequência que escolhemos ao girarmos o botão, recebendo a imagem e o som transmitidos pela emissora que opera na frequência sintonizada, os espíritos são atraídos para a comunidade onde o nível vibratório lhes é afim.

Apesar da relatividade das dimensões, os planos espirituais mais evoluídos normalmente se situam mais distantes do astro habitado (consideramos a Terra em nosso caso); já os planos espirituais constituídos por entidades mais simples e ignorantes, portanto com o perispírito mais denso ou “pesado”, ficam sujeitos inclusive à lei de gravidade, permanecendo mais próximos a Terra. 


Da mesma forma, como a atmosfera que circunda a Terra permanece presa a ela pela força gravitacional, os espíritos mais limitados em aquisições evolutivas agrupam-se em Colônias Espirituais mais próximas à superfície do planeta. A Lei Universal da Gravidade, que é lei de Deus, determina que a massa física do globo exerça atração sobre a matéria perispiritual que constitui o corpo dos espíritos.

Lembramos que, sem dúvida, esses conceitos aqui emitidos são relativos à questão das diferentes dimensões, mas quanto mais atrasado for o espírito, mais sujeito ele se acha às leis físicas universais.
Recomendamos, para maiores esclarecimentos, a leitura de A vida além do Véu, de Vale Owen e A Gênese de Allan Kardec.


Dr. Ricardo Di Bernardi é médico pediatra e homeopata, palestrante espírita internacional, presidente do ICEF - http://www.icefaovivo.com.br/

Um comentário:

  1. Excelente, como não poderia deixar de ser, este texto do Dr. Ricardo Di Bernardi, pois ele nos faz lembrar que nossos limitadíssimos sentidos estão dentro de uma concepção, de um mundo, que nós mesmo criamos, que nos permite "sentir", "compreender" determinadas dimensões. Não podemos dizer que aquilo que a "ciência" não explica, que os nossos sentidos não estão aptos a entender, simplesmente não existe, mas vale lembrar as palavras de Kardec quando nos adverte: mais vale recusar uma verdade do que aceitar mil mentiras.
    Se alguém está apto a recusar as palavras de Di Bernardi que ponha seus argumentos. É mais fácil justificar a existência de Deus simplesmente comprovando a impossibilidade de sua NÂO existência.
    Com um abraço
    Daniel

    ResponderExcluir